Luiz Ildefonso Simões Lopes

Brookfield vê apreciação muito grande de ativos no país em 5 a 10 anos

04 de Dezembro de 2017
Luiz Ildefonso Simões Lopes | Brookfield Brasil | Brookfield vê apreciação muito grande de ativos no país em 5 a 10 anos
Ativos adquiridos e investidos terão grande apreciação em até 10 anos no Brasil

Os ativos que a Brookfield adquire no Brasil, como a Nova Transportadora do Sudeste (NTS), ou nos quais investe no país, como novas linhas de transmissão, deverão ter uma apreciação "muito grande" dentro de cinco a dez anos, segundo o chefe de operações da companhia na América Latina e diretor-executivo da Brookfield Brasil, Luis Ildefonso Simões Lopes.
"Apostamos que nos próximos cinco a dez anos, esses ativos que estamos construindo, como linhas de transmissão, ou adquirindo, como gasodutos ou rodovias, possam ter apreciação muito grande de valor, pelo 'timing' e taxa de câmbio", disse o executivo, durante seminário sobre reavaliação do risco Brasil, promovido pela Fundação Getúlio Vargas em parceria com o Valor.

Ele lembrou que, nos últimos três anos, a companhia canadense investiu US$ 7 bilhões no Brasil. "Foram US$ 7 bilhões de equity. Não trouxemos um tostão de dívida. Ainda desalavancamos US$ 1,5 bilhão em investimentos que nós tínhamos", completou. A aquisição recente mais relevante foi a compra de 90% da Nova Transmissora do Sudeste (NTS) da Petrobras. A empresa tem uma rede de cerca de 2,5 mil quilômetros de gasodutos no Sudeste. O negócio foi fechado por US$ 5,2 bilhões. Fonte: O Valor Tags relacionadas: Brookfield, Brookfield Brasil, Brasil, CEO, Luiz Ildefonso Simões Lopes, Luiz Lopes, Economia, Ativos,